Jouse Sanches

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Roraima (CRMV-RR) participa de Campanha para doação de sangue em alusão ao dia Internacional do doador de sangue – 25 de novembro.

O estoque de sangue do Hemocentro de Roraima é crítico, por essa razão o Hemoraima pede a colaboração de voluntários para salvar vidas. Doe sangue! Todos os tipos são aceitos, essencialmente o O negativo, O positivo e A positivo.

Para o Presidente do CRMV-RR, José Ricardo Soares da Silva é importante reforçar à população sobre a importância da doação de sangue, estimular novos doadores e fidelizar os que já existem. “O Conselho também se preocupa com essa questão e queremos ajudar nessa causa importante que salva vidas”, afirma José Ricardo.

Zootecnista Jouse Sanches – Participante da Campanha

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda-se que o percentual ideal de doadores para um país esteja entre 3,5% e 5% de sua população. No Brasil, esse número é preocupante, pois não chega a 2%.

A Zootecnista e Conselheira Efetiva do CRMV-RR Jouse Moreira Sanches, convida a todos do Estado de Roraima a doar amor e vida ao próximo. “Mesmo passando por um ano difícil por causa da pandemia acredito que todos nós podemos ajudar com um gesto simples, mas que pode salvar muitas vidas. Por isso o Conselho convida a todos que puderem a doar amor e vida”, disse Jouse Sanches.

ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE DOAÇÃO DE SANGUE

– Estar bem de saúde;

-Idade de 16 a 69 anos, sendo que o Menor 16 e 17 deve ir acompanhado de um responsável legal (Pai, Mãe, Tutor), mas se for um Menor emancipado civilmente, basta apenas apresentar uma cópia as Certidão de Emancipação. A partir de 60 anos de idade, só pode doar que já era doador antes dos 60;

– Peso mínimo de 50 Kg;

– Ter dormido pelo menos 6h na noite anterior à doação;

– Não deve estar em jejum e sim bem alimentado. Tome um café da manhã bem reforçado. Se for doar na parte da tarde, só poderá doar 2h após o almoço, e se tiver ingerido alimentação gordurosa em grande volume, a doação só será feita após 3h, pois estes alimentos causam aumento da Lipemia (gordura no sangue) que interfere nos exames e na qualidade do sangue coletado;

Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas ou fumado nas últimas 2h;

– Apresentar um documento oficial com foto (RG,CNH,CTPS, Reservista, Passaporte, Identidade Militar, Registro de Conselho de Classe). Para estrangeiros o CIE – Cédula de Identidade de Estrangeiro. Só serão aceitas cópias autenticadas. Não será aceito o documento que estiver deteriorado ou com lapso temporal que dificulte a identificação e confirmação da pessoa;

– Gripe não pode doar por 2 semanas;

– Antibióticos, Antifúngicos e Antiparasitários não pode doar por 2 semanas;

– Uso de Anti-inflamatório e Analgésicos pode doar;

– Tatuagens,maquiagem definitiva e piercing somente após, no mínimo, 6 meses da realização do procedimento;

– Grávidas não podem doar sangue, somente 3 meses após o parto se não estiver amamentando ou 12 meses se estiver amamentando;

– Dengue, Zika e Chikungunya, 30 dias após a cura. Se for na forma grave da doença, somente após 6 meses;

– Malária, 1 ano após a cura já pode doar;

– Transfusão de sangue, somente após 01 ano;

– Doenças de inaptidão definitiva: Hepatite após os 11 anos de idade, Hanseníase, Diabetes, Câncer, Doenças Cardíacas, Doença de Chagas, Lúpus, Reumatismos, Hipertireoidismo, dentre outras;

– seja sincero em suas respostas na triagem clínicas

– A cada 12 meses, o homem pode doar 4 vezes (intervalo mínimo de 60 dias entre as doações) e a mulher 3 vezes (intervalo mínimo de 90 dias entre as doações);

– Para outras informações ou esclarecimentos de dúvidas, entrar em contato com o setor de Captação de Doadores – (95) 98404-9593

Fonte: Assessoria de Comunicação do CRMV-RR com informações do Hemocentro de Roraima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *