Importantes para a produção de mel e a sustentabilidade do planeta, as abelhas têm um dia dedicado a elas: 20 de maio. Para celebrar, a FAO (Organização das Nações Unidas pela Alimentação e a Agricultura) este ano organizou um evento on-line, com o tema “Abelha engajada: Construir Melhor para as Abelhas”.

O evento virtual será transmitido em inglês, na quinta-feira (20), das 9h às 10h30 (horário de Brasília). A iniciativa marca a comemoração da data, inserida no calendário da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2018.

Os debates abordarão temas, como a cooperação e solidariedade globais para enfrentar as ameaças da covid-19 à segurança alimentar e os meios de subsistência agrícolas, principalmente, a questão da regeneração ambiental e da proteção dos polinizadores, que ajudam a produzir frutas e vegetais nutritivos e diversificados.

Haverá tradução das apresentações para inglês, francês e espanhol.

Saiba mais: http://www.fao.org/pollination/resources/news/detail/en/c/1395464/


Dia Mundial da Abelha
20 de maio
traduzido do inglês, texto original disponível em http://www.fao.org/world-bee-day/en/

O Dia Mundial das Abelhas possibilita, a cada ano, conscientizar sobre o papel essencial que as abelhas e outros polinizadores desempenham na manutenção da saúde das pessoas, do planeta e sobre os muitos desafios que enfrentam hoje. A FAO celebra esta data desde 2018, graças aos esforços do governo da Eslovênia, com o apoio da Federação Internacional de Associações de Apicultores (Apimondia), que levaram a Assembleia Geral da ONU a declarar 20 de maio como o Dia Mundial da Abelha.

A data foi escolhida por ser o dia em que nasceu Anton Janša, pioneiro da apicultura moderna. Janša pertenceu a uma família de apicultores na Eslovênia, onde a atividade agrícola conta com uma longa tradição.

Atualmente, abelhas, polinizadores e outros insetos estão diminuindo de maneira significativa. Esse dia oferece uma oportunidade para todos nós – trabalhando para governos, organizações ou sociedade civil ou cidadãos preocupados – para promover ações que protejam e aprimorem polinizadores e seus habitats, melhorem sua abundância e diversidade e apoiem o desenvolvimento sustentável de apicultura.

A recente pandemia da covid-19 teve um impacto inegável na apicultura, afetando a produção, o mercado e, como consequência, os meios de subsistência dos apicultores. Durante o evento, será explorado o papel da apicultura no apoio às comunidades rurais e na melhoria da segurança alimentar e nutricional nessa situação desafiadora.

Assessoria de Comunicação do CFMV, com informações da FAO